Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

TÊXTIL PORTUGUÊS NA FRENTE DAS TENDÊNCIAS MASCULINAS

Florença recebe mais uma edição da Pitti Uomo, entre 12 e 15 de Junho, quatro dias em que volta a ser a meca da moda masculina. A comitiva “From Portugal” marca presença destacada e veste o seu melhor look para impressionar mercado internacional.

Common Cut – Dielmar - Lado Incognito

Durante 4 dias Florença voltará a ser a meca do mercado internacional da moda masculina e o têxtil português, cada vez mais na vanguarda das tendências internacionais, não poderia faltar à chamada. A delegação portuguesa na Pitti Uomo, que será constituída pelas marcas Dielmar, Lado Incognito e Common Cut, parte para Itália com o objectivo de se destacar num universo de centenas de marcas presentes, naquela que é considerada uma das principais feiras internacionais de moda masculina.

Em vésperas do evento, a Lado Incógnito não poupa esforços para que a viagem se transforme num sucesso comercial. Com o objectivo de solidificar a sua presença em Itália, a comitiva da marca portuguesa prepara ainda um conjunto de visitas a clientes. “O mercado Italiano é um mercado forte, no qual já estamos presentes mas que gostaríamos de explorar ainda mais. Exactamente por essa razão fizemos um levantamento de todas as lojas onde gostaríamos de estar presentes e vamos visita-las nos 2 dias anteriores à feira”, confessa Leonor Jácome de Castro, directora de marketing da empresa. Jerseys, sarjas e fatos de banho serão os principais argumentos apresentados pela Lado Incognito para marcar a diferença no certame.

Já no sector do calçado, a Commoncut prepara o lançamento de uma nova colecção de “Sneakers”, com um estilo minimalista e urbano, baseado na utilização de peles hidrofugados e sola Vibram. Fernando Figueiredo, designer e co-proprietário da marca espera conseguir estabelecer novos contactos na Pitti Uomo e deixar uma boa impressão “pela qualidade e intemporalidade dos produtos da Common Cut”.

Também a expor na feira está a Dielmar, que marcará presença no pavilhão principal da feira, lado a lado com as grandes marcas globais, prepara-se para surpreender o mercado com uma nova colecção, inspirada na irreverência dos “loucos anos 20” do século passado. “Casacos e coletes de trespasse, casacos de três botões e calças com pregas serão peças chave, numa clara alusão aos anos 20” adianta Ana Paula Rafael, CEO da empresa. Também nos padrões a marca prepara-se para inovar com a aposta em tecidos padronizados e coloridos.

A participação das empresas portuguesas na Pitti Uomo é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.118.285,17€, dos quais 6.695.352,55 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.