Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

TECIDOS “FROM PORTUGAL” DESEMBARCAM EM TÓQUIO

São várias as empresas portuguesas que entre os dias 16 e 18 de Outubro vão marcar presença em Tóquio, como expositores na Jitac European Textile Fair, uma das principais feiras têxteis do Japão. Na bagagem levam as cores nacionais e uma grande energia exportadora.

ALBANO MORGADO – FITECOM – LEMAR – TEXSER – TRENDBUREL – TROFICOLOR

Competitivo e exigente, o mercado nipónico continua a ser um espaço de eleição para as exportações portuguesas. Com uma relação comercial que data do século XVI, portugueses e japoneses sempre se entenderam bem no campo dos negócios e Tóquio já é uma velha conhecida das empresas nacionais.

Neste contexto, não será de estranhar que a delegação portuguesa veja com especial optimismo a presença em mais uma feira internacional sediada no Japão, onde são esperados centenas de visitantes locais. É o caso da próxima edição da Jitac European Textile Fair, entre os dias 16 e 18 de Outubro, onde a comitiva “From Portugal” vai representar as cores nacionais com uma selecção de várias empresas: Albano Morgado, Fitecom, Lemar, Texser, Trendburel e Troficolor.

Na bagagem, para além dos contactos já estabelecidos e das reuniões marcadas, os expositores nacionais levam o saber-fazer da indústria portuguesa e uma vasta colecção de tecidos, especialmente escolhidos tendo em conta as preferências do mercado japonês. É o caso, por exemplo, da Texser, que já conhece bem as exigências locais: “Levamos uma colecção direccionada ao mercado japonês que inclui principalmente soluções de inverno”, explica José António Ferreira, gestor dos mercados externos da Têxtil de Serzedelo. Entre os seus artigos, o gestor da empresa coloca em destaque a sua colecção de flanelas: “A flanela portuguesa é muito conhecida, tem já uma grande história e é reconhecida pela sua qualidade” afirma.

Também já conhecedora dos hábitos japoneses, a Fitecom leva a Tóquio uma selecção de vários artigos, desde o 100% lã a misturas de lã com licra, entre outros tecidos. Com esta viagem comercial, a empresa espera dar passos decisivos num mercado onde já está presente mas vê perspectivas de crescimento. “Já temos alguns clientes no Japão, mas procuramos consolidar a nossa presença” afirma Nuno Neves, representante comercial da têxtil de Castelo Branco.

Estão ainda a expor na feira as seguintes empresas: Adalberto, Gierlings Velpor, Paulo de Oliveira, Riopele e Somelos.

A participação das empresas portuguesas na Jitac European Textile Fair é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal no âmbito do projeto From Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.118.285,17€, dos quais 6.695.352,55 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.