Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

SETE MAGNÍFICAS TÊXTEIS PORTUGUESAS MARCAM PRESENÇA NA THE LONDON TEXTILE FAIR

Fábrica Tecidos Vilarinho, Fitecom, Lemar, LMA, Troficolor Denim Makers são as empresas lusas da comitiva FROM PORTUGAL, às quais se juntam ainda as portuguesas Adalberto e  Paulo de Oliveira que marcarão presença nos dias 22 e 23 de Março em mais uma edição da The London Textile Fair, no The Business Design Center – Islington em Londres, Inglaterra.

Com treze participações já realizadas, a Troficolor Denim Makers volta a dizer “sim” à London Textile Fair por considerar “o Reino Unido, em especial Inglaterra, um mercado relevante com forte ligação a Portugal e onde estão sediadas várias e diversificadas marcas internacionalmente reconhecidas”. Quem o diz é Ana Maria Magalhães, export sales manager que, apesar desta edição da feira se realizar mais tarde do que o habitual, defende ainda que “a feira física é sempre mais desejável, permite mostrar o produto e a sua potencialidade, possibilita o toque nos tecidos que é tão importante para os clientes projetarem a sua criatividade”, remata.

No que toca à coleção a ser apresentada em Londres Ana Maria Magalhães destaca a gama de tecidos com responsabilidade ambiental, sendo que mais de 60% dos artigos da troficolor Denim Makers são já sustentáveis. Nota ainda para um novo e exclusivo conceito, o ECODENIM, que, explica a export sales manager, “se traduz em artigos denim ready to wear sem necessidade de processos adicionais após a peça confeccionada reduzindo significativamente o consumo de recursos hídricos e energéticos”.

Quem viaja já com boas perspetivas para Londres, graças aos contactos pré-estabelecidos com compradores britânicos, é a Adalberto para quem a última edição da feira superou as expectativas. “A última edição foi melhor do que o que esperávamos, a considerar o cenário ainda afetado pela Covid-19. Tivemos a oportunidade de conhecer novos clientes e já colhemos alguns resultados deste investimento”, conta Tâmara Martins. Apesar de lamentar o adiamento da London Textile Fair de Janeiro para Março, a Adalberto acredita “ainda assim encontrar novas oportunidades de negócio e fortalecer a presença no mercado britânico”, sobretudo graças à coleção de desenhos para o Verão 2023 e às matérias-primas e acabamentos focados na sustentabilidade.

Uma experiência algo idêntico, com muitas reuniões já marcadas, está a Lemar que participa na London Textile Fair consecutivamente há mais de uma década. “Este evento é maioritariamente visitado por clientes do Reino Unido e o mercado inglês é tradicionalmente muito forte para a Lemar”, revela Flávio Dias, do export departament da empresa portuguesa.

“Esperamos reencontrar velhos amigos e promover novos contatos. O mercado ajusta-se naturalmente e somos parte ativa da nova realidade”, acrescenta ainda o responsável do export departament da Lemar que, à semelhança das últimas edições, mantem o foco no alargamento das gamas de tecidos produzidos de raiz com fibras sustentáveis ou recicladas e sempre certificadas.

A viajar para Londres para desvendar todo um novo conceito relacionado com as fibras naturais, a LMA espera “sobretudo rever clientes, consolidação no mercado, crescimento do volume de negócios e reposicionamento em segmento de valor acrescentado”, avança Bárbara Lopes. “O mercado inglês sempre foi um mercado com o qual trabalhamos e em boa verdade, possuímos muitos clientes em Inglaterra, que infelizmente devido à pandemia e às variadas restrições que existiram nestes últimos dois anos, não nos permitiram visitá-los e consolidar a nossa relação comercial. A participação na London Textile Fair é uma ótima oportunidade para o fazer”, acrescenta ainda.

Quanto às novidades que estarão presentes no stand da LMA, sem querer desvendar pormenores, Bárbara Lopes diz apenas quer aguçar a “curiosidade” com “um pouco do que será a nossa tendência: as fibras naturais! A New Fashion Concept”, conta.

A participação das empresas portuguesas PME na LONDON TEXTILE FAIR é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização e de Lisboa 2020 – Programa Operacional Regional de Lisboa, tendo um montante de apoio elegível de 6.648.794,78 €, dos quais 3.735.305,80 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.