Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

PRESENÇA FROM PORTUGAL NA ISPO BATE TODOS OS RECORDES

É com um recorde absoluto de empresas que a comitiva From Portugal prepara a sua presença na ISPO Munich, marcada para os dias 28 a 30 de novembro. São quase 40 as empresas nacionais presentes naquela que é a maior feira para o sector do desporto, sendo 14 delas novas no certame.

No primeiro dia de certame serão oficialmente entregues os prémios ISPO Textrends Awards AW 2024-25, no palco principal do pavilhão B2 - Future Lab. São 32 os materiais têxteis portugueses premiados, sendo que Portugal lidera a lista de vencedores da primeira edição do novo concurso ISPO Textrends Awards - Apparel Edition com nove produtos de vestuário desportivo. Sublinhe-se que a Foursource é a entidade organizadora destes prémios.

Divididas em duas ilhas From Portugal e outras com stand individual, participam na ISPO as seguintes empresas:

Ilha From Portugal C2:

3DC - Intelligent Natura | 4Teams - Advertising & Merchandising | A.Sampaio & Filhos | Bergand by Gulbena | Carvema Têxtil | Color For Tex | FLM Têxteis | Fitexar | Gormarti| J.Caetano | LMA | Luís Azevedo & Filhos| Lunartex | Lasa Home | Olmac | SmartInovation | TMG – MGL | TMR Fashion Clothing| Trivialtex - Fibras Sintéticas, Unipessoal | Vales e Vilas Textile

Ilha From Portugal A1:

DUNE BLEUE | Fradelsport | OLDTRADING | P&R Têxteis | Confecções Calvi | Trifitrofa| Acatel

Stand Individual

2 Move Garments | A Fiuza | Sidónios Knitwear | Beppi

À comitiva From Portugal juntam-se ainda: CeNTI – Centre for Nanotechnology and Smart Materials, CITEVE, Têxteis JF Almeida e Impetus. E ainda o showcase de moda sustentável iTechStyle Green Circle.

Com o objetivo de expandir o seu negócio, a Bloomati parte para a ISPO com uma oferta focada em “malhas desenvolvidas com materiais orgânicos, reciclados, fibras celulósicas e acabamentos sustentáveis”. Em exposição estarão novas estruturas de malhas, “acabamentos com repelência a água, antibacteriano, anti-odor, proteção contra raios UVA/UVB, repelente de insetos, tratamentos com aloe vera”, exemplifica Bruna Faustino.

Especializada em artigos de desporto técnico para atletas de competição é a primeira vez que a Color For Tex parte à conquista da ISPO. “Como é a primeira vez que vamos expor na mesma, e tendo ganho o prémio – TopTen Accelerated Eco Fall/Winter 2023/24 vamos com boas expectativas”, resume Hélder Coelho, co-fundador da empresa. A coleção ‘teamWear’ é a grande novidade, que inclui os artigos premiados “ZERO ÁGUA com base em algodão e que apresentam uma poupança de água de 150 litros por quilograma”, esclarece.

Quanto à TMG/MGL apresenta pela primeira vez uma capsule collection especificamente direcionada para a área do desporto/loungewear, com 80% malhas / 20% tecidos. “Podemos oferecer soluções em malha e em tecido, com construções e acabamentos diferentes dos que normalmente apresentamos ao segmento moda”, partilha Hélder Rosendo, business manager. A oferta serve modalidades como gymwear, loungewear e commuter cycling.

Quem também vê muitas potencialidades na ISPO é a TMR Fashion Clothing: “é a nossa primeira participação numa feira de desporto e começamos logo pela liga dos campeões”, refere Miguel Máximo, Head of Finance & Control. Na ISPO a TMR estará a apresentar uma coleção para private label focada nos seguintes desportos: Yoga, pilates, corrida e ginásio. Será também a introdução ao mercado da TMR Tech: “marca para soluções de têxtil técnico, que apesar do cariz mais técnico irá manter o seu ADN, a componente moda da marca mãe, TMR Fashion Clothing” finaliza.

A ISPO é descrita pela Trivialtex como “a feira que sempre visitamos e onde sempre quisemos expor”. “Estamos convencidos que a afluência será grande visto que esta feira não se realiza há mais de dois anos”, refere a CEO Fátima Carvalho. Levam “fios reciclados de poliéster de alta elasticidade às poliamidas 6 e 66 recicladas (todos eles com certificado GRS) e biodegradáveis”.

A Vale & Vilas Textiles (antiga Ditchil) leva para a edição de novembro da ISPO propostas de sportswear e uma linha athleisure, com peças versáteis. “Iremos apresentar produtos com fibras recicladas e orgânicas”, diz Carla Macedo, manager director.

Em estreia nestas andanças está ainda a Trifitrofa que vai apresentar fios de algodão e misturas acabados. “Levamos o catálogo com fios tingidos e mesclas de stock service”, diz João Lima, assistente comercial da empresa trofense.

A 2 Move Garments leva para a ISPO a sua marca Fyke Sports, especializada em material desportivo, mais especificamente nas áreas de trail, running e fitness. Entre as novidades estão: as meias Boost Low Sock Col2Color. “O que difere estas meias para as que já vendemos é a tecnologia de mudança de cor do símbolo das meias com a presença de luz solar”, explica o CEO Joaquim Anjos. Apresentam também um Waterproof Jacket, que utiliza tecido europeu.

Em estreia absoluta, a Filasa considera de elevada importância acompanhar o crescimento do mercado de têxteis técnicos direcionados para o desporto. “Vamos apresentar diversos produtos na área do desporto. Além de fios técnicos desenhados à medida das necessidades do sector, como os fios de elevada resistência, regulação da temperatura, gestão de humidade, antibacterianos”, afirma Diogo Pedrosa do departamento de IDI.

Com stand individual, a Beppi está com expectativas altas. Depois de dois anos de pausa de feiras físicas Hugo Silva, business director, acredita que os “compradores estão ávidos por voltar aos negócios cara a cara”. A aposta para conquistar os visitantes passa pela sua linha mais desportiva e outra linha casual desportiva com toque lifestyle.

É na ISPO que a Smart Innovation encontra o seu principal target, as grandes marcas do sector outdoor. Mário Brito, Chief Commercial Officer, adianta que a aposta da empresa passará por acabamentos funcionais sustentáveis de alta durabilidade e eficácia, que podem ser aplicados em todo o tipo de artigos têxteis, “desde o sportswear, workwear, socks, military, outdoor, lar e técnico no geral”.

Depois de uma interrupção de quase três anos, é com grande vontade que a Oldtrading vê o seu regresso à ISPO. Artigos desenhados e produzidos através de tecnologia seamless, com especial enfoque na área do desporto é a oferta da Oldtrading. Entre as novidades estão peças para a prática de “yoga, em fibras sustentáveis, produzidas em teares Santoni DJ, dotados de tecnologia de vanguarda”, assegura o CEO Rui Gordalina.

Pronta para abraçar a mudança, a FORteams LAB foca a sua oferta sobretudo na sustentabilidade: “as iniciativas de economia circular, nomeadamente o projeto LOOP e as sinergias entre sectores têm-se traduzido em novas oportunidades de negócio junto dos nossos clientes. O caminho da sustentabilidade e os seus principais resultados em produto vai ser algo que vamos destacar na exposição Textrends como no stand”, afirma Bruno Lopes research, development, innovation and sustainability manager.

Com uma presença bem estabelecida no certame e com stand individual, a A. Fiuza perspetiva uma boa edição de novembro. À semelhança da aposta de anos anteriores, a empresa alia a performance dos seus produtos à sustentabilidade utilizando fibras e tingimentos naturais. Os artigos destinam-se a desportos vários desde o running, ao padel, yoga e desportos de inverno.

É com grande ansiedade que a OLMAC vê o regresso físico da ISPO. “Tomamos a decisão de levar algumas peças em qualidades nacionais ecológicas/sustentáveis como forma de demonstrar a nossa atenção para as questões ambientais e utilização de produto nacional de qualidade”, diz Amélia Antunes, sales director.

Com bom feedback de edições anteriores, a Lunartex apresenta nesta edição da ISPO não só elásticos e passamanarias, mas também técnicas possíveis de efetuar nestes artigos, “especialmente as variadas técnicas de estampagem, aplicações de silicones e ponteiras em cordão”, diz Rui Lopes do departamento de exportação.

A Fradelsport mostra na ISPO as suas coleções Team Sport 2023, Cyclying, Trialto 2023 e, a grande novidade, uma coleção de padel. O objetivo com a presença é continuar a aumentar a sua notoriedade e afirmar-se como uma empresa fiável no mercado internacional, nomeadamente alemão, belga, holandês e inglês.

O objetivo da Dune Bleue é reforçar a sua rede de contactos. “No último ano a Dune Bleue fortaleceu as suas certificações na ótica da sustentabilidade. Não temos dúvidas de que, este ano, esta é a nossa maior força” refere Rafaela Faria, responsável pela comunicação.

A acompanhar a comitiva From Portugal pela primeira vez está a JF Almeida, que comparece na ISPO para apresentar o seu potencial nas toalhas de performance, sustentáveis e circulares. “É a primeira vez que participamos na ISPO, embora já tenhamos participado na Outdoor by ISPO em junho deste ano”, diz Afonso Duarte, comercial manager.

Também a fazer companhia à comitiva portuguesa está a Impetus. Entre a sua oferta inovadora, a empresa de underwear destaca a posta na tecnologia seamless “double jersey” com fibras e acabamentos sustentáveis e funcionais. António Rossas, comercial director, destaca também “a utilização de fios como o GED (Good Earth Cotton) e de linho reciclado e fios produzidos com resíduos industriais da própria produção”.

O CeNTI estará em conjunto com o CITEVE a apresentar os seus projetos: Wear2Heal, Smart-Health-4-All, Augmanity e Hipertwins. “Com esta participação pretendemos estabelecer contactos com diferentes entidades e mostrar o que melhor se faz em Portugal em termos de I&D e Inovação”, promovendo não só nome do CeNTI, mas também das empresas parceiras, afirma Dora Coelho, Customer Relationship Management Manager.

Como estivemos quase três anos sem a feira estamos desejosos para perceber a dinâmica. Desde logo porque houve alterações na data, diminuição do número de dias, passam a ser três em vez de quatro, internamente houve também alterações no funcionamento”, confessa Cristina Castro, relações públicas do CITEVE.

Para além do stand conjunto com o CeNTI o CITEVE põe ainda mão no showcase de moda sustentável iTechStyle Green Circle, que nesta edição da ISPO conta com uma área ainda maior: “Dentro da coleção Green Circle fizemos uma seleção dos que mais se adequam ao athleisure, será uma exposição relativamente grande”, desvenda aos poucos Cristina Castro. “Lemar, Tearfil, Forteams, Tintex, RDD, Acatel, A.Sampaio e Joaps são algumas das empresas que vão estar representadas, através dos 15 coordenados em exposição”, acrescenta. O showcase muda agora para o A1, um espaço de marcas, destinado a peças confeccionadas, que terá quatro frentes e vai permitir às empresas representadas receberem outro tipo de olhos.

A participação das empresas portuguesas PME na ISPO é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização e de Lisboa 2020 – Programa Operacional Regional de Lisboa, tendo um montante de apoio elegível de 6.648.794,78€, dos quais 3.735.305,80 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.