Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

MODA PORTUGUESA VIAJA ATÉ À MOMAD MADRID

Bamburi, Cristina Barros, Juliano Bella, Kalisson / Bagoraz / Get in Vibe, Loco Luxo, Lx Xtra Line, MRôlo, Quinta e Santos, Scripta, Scusi, SMF e SMK sã o as empresas que compõem a comitiva FROM PORTUGAL a marcar presença em mais uma edição da feira de moda MOMAD a decorrer de 9 a 11 de fevereiro em Madrid, Espanha.

Particularmente interessante para as marcas de moda portuguesas empenhadas em ampliar as relações com o mercado espanhol, a MOMAD está de regresso à IFEMA onde, como é habitual, Portugal se faz representar por uma forte comitiva.

É o caso, por exemplo, da SMF que participa no certame madrileno há um quarto de século. “Participamos com stand na feira de Madrid desde 2011 em todas as edições. Esta vai ser a 25ªvez! Conseguimos sempre angariar novos clientes e obtemos sempre cerca de 50 encomendas em todas as edições”, conta entusiasmado João Ramos, diretor comercial da marca. Com foco no mercado espanhol a SMF leva até Madrid a coleção Outono-Inverno 24/ 25 de onde se destacam peças com “vestido slip, casaco acolchoado e o cardigã são Trend Curve + Sustained Risers [que possuem] a capacidade de flexibilidade entre usos finais casuais e inteligentes”, acrescenta João Ramos que destaca ainda as cores desta estação: ferrugem intensa, cinza sustentado, esmeralda profunda e azul glacial.

Quem se estreia com grande expectativa é a Bamburi que pretende com esta primeira participação “angariar clientes, mas, fundamentalmente, estabelecer contactos com equipas comerciais ou revendedores que possam vender BAMBURI em Espanha e resto da Europa”. Tendo como core business os sneakers de senhora, a Bamburi leva à capital espanhola ainda uma linha de roupa feminina que espera que capte clientes espanhóis, mas também de outros mercados da Europa ou mesmo da América do Norte.

Quem se junta ao grupo de novos participantes na MOMAD é a Quinta e Santos para quem “esta feira é o ponto de partida deste ano 2024. Pretende ser a nossa afirmação em estilo e representação dos diversos processos que queremos desenvolver com as marcas”, afirma a marca em comunicado. Já no que toca às novidades a Quinta destaca como produto estrela o “Nano Earth Dye, detentor de um prémio Top Product, Ispo Textrends Fall/Winter 24/25”, remata.

Em estreia está também a SMK que, conta Fanny Costa, participa na MOMAD “com intuito de expansibilidade do negócio, divulgação da marca, angariação de novos clientes tanto a nível nacional como internacional. Entendemos que esta participação pode proporcionar uma série de benefícios tais como networking, acesso a tendências e insights do setor da moda, bem como aprendizado e inspiração para coleções futuras”.  Com uma coleção assente em modelos clássicos e jeans a marca portuguesa espera atrair a atenção de “compradores profissionais, distribuidores, lojistas e consumidores em geral”, conclui Fanny Costa.

Com mais de uma década de participações na MOMAD, a MRôlo regressa ao certame onde, diz Ana Sampaio, “o número de visitantes tem diminuído e os resultados têm sido algo instáveis”, mas se mantém “uma oportunidade para dar a conhecer os nossos artigos aos nossos clientes, e por um lado desenvolver novas parcerias”. Com foco no mercado espanhol, mas abertos a outras oportunidades, a MRôlo apresentará algumas novidades “nomeadamente manequins de coleções limitadas e personalizadas”, relata Ana Sampaio.

Tendo em Espanha o maior mercado de exportação, é já com bastante experiência que a Loco Luxo regressa ao certame madrileno. “Já participamos em várias edições (sempre na edição de fevereiro, onde apresentamos as nossas coleções de Outono/Inverno), e o feedback tem sido bom, daí continuarmos a apostar nesta Feira”, contam em comunicado. No que diz respeito às novidades, a Loco Luxo destaca, para além da linha habitual de parkas com pêlo natural, “um leque de modelos feitos inteiramente com pêlos naturais de raposa, bem como uma linha de casacos de fazenda (100% Lã) também com golas de pêlo de raposa”, sintetiza.

Com uma vasta experiência na MOMAD destaca-se também a Scusi que para esta edição em particular espera que “surjam novos compradores ou agentes para nossa marca”. As palavras são de Rosa Maria Martins, para quem “só estando presentes é que conseguimos mostrar e dar a conhecer a marca e tudo que ela representa”. Com agentes distribuídos por todo o território espanhol, a Scusi apresentará em Madrid uma coleção completamente desenvolvida de raiz.

A participação das PME empresas portuguesas na MOMAD é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto  “From Portugal” é co-financiado pela União Europeia, no âmbito do Portugal 2030, através do Compete 2030 – Programa temático Inovação e Transição Digital.