Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

Moda nacional com força redobrada na Who's Next Paris

Portugal está em destaque na próxima edição da Who’s Next Paris, um dos principais salões de vestuário e moda da Europa, a decorrer na capital francesa de 6 a 9 de setembro. Para além de uma forte presença de empresas e designers nacionais, a moda portuguesa conta ainda com uma nova área intitulada “MADE by Portugal”.

BLACKSPIDER|CRISTINA BARROS – CONCRETO – FAROMA|PAUL BRIAN – FLOR DA MODA – GIVEC – GONÇALO PEIXOTO – LUÍS BUCHINHO – MY SHIRT – MR MOOD – NYCOLE – VALERIUS

Designers e confecções portuguesas viajam lado a lado para Paris para participar em mais uma edição da Who’s Next, um dos mais icónicos eventos de moda e vestuário de toda a Europa. Entre os dias 6 e 9 de Setembro, a indústria internacional vai estar reunida na Porte de Versailles para definir as principais tendências da indústria para as próximas estações.

Blacspider|Cristina Barros, Faroma|Paul Brian, Flor de Moda, Givec, Gonçalo Peixoto, Luís Buchinho, My Shirt, Mr Mood, Nycole e Valérius compõem a comitiva “From Portugal” em Paris, organizada pela Associação Selectiva Moda para representar as cores nacionais, às quais se junta a Lion of Porches. Uma comitiva alargada que se distingue pela diversidade ao reunir empresas com ofertas distintas, nomes já consagrados da moda nacional e designers da nova geração.

A edição deste ano da Who’s Next fica marcada pela organização de uma nova área de sourcing intitulada “MADE by Portugal”, onde estarão reunidos os stands das empresas Flor de Moda, Faroma, My Shirt e Valérius. Com este destaque reforçado, espera-se que a produção nacional atraia ainda mais as atenções dos principais compradores do mercado.

Consideramos a Who’s Next um verdadeiro ponto de encontro. Já temos várias reuniões agendadas e recebemos sempre a visita dos nossos clientes dos mercados extracomunitários. Hong-Kong, Japão, Líbano, México, Tahiti, Guiana Francesa, entre outros acabam sempre por nos visitar nesta feira”, explica Teresa Marques Pereira, brand general manager da Concreto, marca de vestuário do grupo Valérius, que na feira vai apresentar uma nova colecção.

O designer Luís Buchinho também não tem dúvidas da importância da feira parisiense para estabelecer contactos à escala global. “Paris ainda é o epicentro de moda e captação de clientes internacionais. Já temos clientes habituais com quem temos agendadas reuniões, neste momento já trabalhamos com vários mercados, sendo que os Asiáticos e Americanos têm um peso mais fortes no total das transacções”, adianta. Já a preparar a próxima estação, o designer com loja no Porto vai apresentar uma nova colecção composta Coats, Jackets, Trench-Coats, Sweaters e outras peças.

Também as marcas Blackspider | Cristina Barros prometem apresentar novidades em Paris. “Vamos apresentar a coleção Primavera /Verão 2020, onde damos destaque às matérias-primas sustentáveis conjugadas em cores alegres”, explica Marco Costa, responsável comercial. Para além do mercado francês, onde conta já com 4 comerciais a trabalhar em exclusivo, as duas marcas oriundas da Trofa estão a apostar especialmente no Médio Oriente, onde têm registado um crescimento continuado ao longo dos últimos anos.

A participar pela primeira vez no evento, a empresa My Shirt mostra-se determinada a marcar pela diferença e dar novos passos no caminho da internacionalização. “Estamos certos que este mercado é por excelência um ponto de referência no mercado da moda mundial. Estamos convictos que seremos visitados por vários países com interesse em importar novas tendências e colecções”, afirma Gil Ferreira, International Relations da empresa de Vizela.

A participação das empresas portuguesas na Who’s Next é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.571.412,64 €, dos quais 6.932.663,71 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.”