Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

Eurico Brilhante Dias e João Correia Neves visitam a Heimtextil

Ecologia, Inovação, Design e Bem-Estar são as palavras-chaves de mais uma comitiva nacional na Heimtextil. Em Frankfurt, na maior feira de têxteis-lar do mundo, o projecto “From Portugal” estará representado por um Fórum especialmente concebido para a feira com muitas novidades em todas as áreas do sector. Portugal afirma-se como o principal produtor europeu de têxteis para casa e para a hotelaria.

A. FERREIRA & FILHOS – ACLIMPEX – ADALBERTO ESTAMPADOS – ALLCOST – AMR –ANTÓNIO SALGADO & CA – APERTEX – B.SOUSA DIAS & FILHOS – BE STITCH – BOMDIA – BOVI – CRISPIM ABREU & CIA – DOCOFIL – DOMINGOS DE SOUSA & FILHOS – ESCARPA - FÁBRICA DE TECIDOS DO CARVALHO – FATEBA – FELPINTER - GIERLINGS VELPOR – HOMEFLAVOURS – LAMEIRINHO – LASA – MI CASA ES TU CASA – MORETEXTILE – MUNDOTÊXTIL – NEIPER HOME – NOSDIL – PEREIRA & FREITAS – PEREIRA DA CUNHA – PISCATÊXTIL – PIUBELE – ROSACEL – SAMPEDRO – SOREMA – TÊXTEIS DOMINGOS ALMEIDA – TÊXTEIS GIESTAL – TÊXTEIS J.F. ALMEIDA – TÊXTEIS MASSAL – TÊXTEIS PENEDO – TRAÇOS SINGELOS – VILLAFELPOS

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, e o Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, o Senhor Embaixador de Portugal em Berlim, João Mira Gomes, e o Representante da AICEP na Alemanha, Miguel Crespo, irão visitar o maior número possível de empresas portuguesas na Heimtextil da Heimtextil no dia 8 de janeiro, a convite da ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal.

Entre os dias 8 e 11 de janeiro, a indústria nacional dos têxteis-lar volta a ter encontro marcado em Frankfurt, para marcar presença na maior feira internacional do sector. Como já vem sendo hábito a Selectiva Moda organiza um Fórum de Tendências sob o tema “Design for humans, design for sustainability”. A comitiva portuguesa prepara-se para dar provas de como está cada vez mais próxima de atingir o equilíbrio entre bem-estar e responsabilidade ambiental, através de soluções cada vez mais inovadoras, tecnológicas e com um design mais racional.

São mais de 80 empresas nacionais que se vão deslocar a Frankfurt e cerca de 40 integram o Fórum “From Portugal”, organizada pela Associação Selectiva Moda (ASM) e pela Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) com o objectivo de promover a internacionalização das marcas e dos produtos Made In Portugal. Na feira são esperados mais de 60 mil visitantes, entre compradores, designers e empresários de todo o mundo, à procura das novidades mais palpitantes e de imperdíveis oportunidades de negócio. A cada nova edição, a comitiva portuguesa está sempre em destaque como o principal produtor da União Europeia.

“A Heimtextil é a maior referência no panorama têxtil internacional e sendo Portugal um dos maiores exportadores deste sector não faria sentido que não estivéssemos presentes” explica Noël Ferreira, administrador da A. Ferreira & Filhos, uma das empresas a integrar a comitiva “From Portugal”. Na feira alemã, a têxtil de Vizela vai apresentar a sua mais recente colecção outono/inverno, com uma forte aposta nas lãs e nas fibras recicladas.

A sustentabilidade será mesmo uma das palavras de ordem dos vários stands nacionais, com uma aposta em novas matérias-primas e em processos de fabrico com um menor consumo de recursos. Exemplo disso será a empresa Homeflavours, cuja nova colecção de têxteis de cama, intitulada “Wrap N’Roll” é constituída por artigos sustentáveis como os fios de fibra de rosa: “é uma fibra celulosa, que confere aos tecidos um aspecto sedoso, com brilho, grande suavidade e boa resistência à água, o que o torna mais fácil de lavar e mais ecológico, para além de ser biodegradável” explica Cristina Machado, directora Criativa da marca.

“A nossa coleção tem por fundamento a nossa preocupação com a natureza e com o meio ambiente, com o eco sustentável, sendo que vamos ter vários artigos de cama orgânicos” afirma Joana Liberal, representante da Piubelle, uma das empresas portuguesas a incluir a Economia Circular na sua identidade.

Outro exemplo da vanguarda sustentável que atravessa todo o sector têxtil é a aposta da Têxteis Penedo, outra das empresas presentes em Frankfurt, no projecto Cork-a-Tex, uma tecnologia já patenteada que consiste num fio revestido a cortiça, já implementado em produtos da empresa e que se afirma como uma demonstração de inovação e de aproveitamento de recursos.

“É uma preocupação global e iremos apresentar um conceito todo ele Eco Friendly, mantendo a nossa identidade e a aposta na mistura de fibras, padrões, texturas e técnicas” explica Juliana Fernandes, designer da J.F. Almeida.

Mas para além da sustentabilidade, o foco dos têxteis-lar nacionais continua a manter-se no bem-estar e na qualidade da produção. “Experience Life” será o tema deste ano no stand da Moretextile. “É um conceito muito focado na experimentação dos produtos, nos momentos únicos, nas recordações, na presença dos produtos têxteis na vida das pessoas” explica Artur Soutinho, CEO da Moretextile.

Já no stand da Bovi serão apresentadas novas colecções e desenhos para os dois principais mercados da empresa: a marca própria e o Private Label. “Apostamos sempre em tecidos nobres de matérias-primas naturais e damos grande relevância aos sectores de produção, pelos quais a nossa empresa é bem conhecida: bordados e acabamentos de tecidos“ explica Gabriel Ribeiro, comercial da empresa.

Na feira, os stands nacionais esperam a visita de clientes habituais e novos compradores, oriundos de mercados um pouco de todo o mundo. “É a única forma de apresentarmos a nova coleção a mais de 100 clientes em 4 dias” sintetiza José Zamith, representante da Neiper Home, empresa de Guimarães que em Frankfurt vai apresentar a sua nova colecção de toalhas para 2019.

“Na última edição foi-nos possível contar com a visita de clientes de 34 países e dar a conhecer a nossa marca aos vários cantos do mundo” conta Alexandre Costa, gerente da Allcost, empresa de têxteis de cama e banho, que este ano conta com um stand renovado e alargado, onde irá mostrar a sua aposta em colecções composta por caxemiras, linhos, cetins e algodão orgânico, entre outras matérias-primas.

“A expectativa é sempre angariar novos clientes e mercados, mas também claro reforçar a nossa posição nos mercados onde já actuamos. Já temos várias reuniões agendadas e gostaríamos muito de encontrar compradores de empresas do Canadá, da Polónia, Hungria e Rússia” afirma Duarta Frutuoso, do departamento comercial da Fateba, outra das empresas presentes.

O objectivo central da comitiva nacional é continuar o projecto expansionista da indústria nacional. “Queremos obter novos contactos com compradores, agentes e distribuidores internacionais de têxteis-lar e design de interiores. Queremos desenvolver o nosso negócio a nível internacional” explica Alexandra Sousa, representante da Gierlings Velpor.

“Esperamos encontrar compradores do mercado asiático, que é a nossa nova aposta” afirma Liliana Lopes, responsável comercial da Piscatextil, que em Frankfurt vai apresentar uma colecção completa de casa, com lençóis, toalhas de mesa, toalhas de banho, carpetes, colchas e tapetes de banho.

Com os mesmos objectivos, a Têxteis Massal, vai apresentar duas colecções, uma mais para casa e outra direccionada para a hotelaria. “Como trabalhamos essencialmente com a Europa, queríamos tentar alargar um pouco - para os Estados Unidos e também para a Ásia” explica Eva Ferreira, directora comercial da empresa de Guimarães.

Também a implementar uma estratégia de internacionalização, a António Salgado & CA espera dar novos espaços nos mercados externos, através da apresentação de novas cores e misturas. “Todos os mercados são importantes, mas de momento, o nosso foco está sobretudo nos países da Europa Central, Japão, Coreia, países da América Latina e EUA” afirma Daniela Matos, International Sales da empresa.

Com objectivos bem definidos e estratégias delineadas, as várias empresas da comitiva “From Portugal” partem para Frankfurt com um forte sentimento de missão nacional. “Seja qual for a luta para que partimos, temos que partir com confiança. Com os pés assentes na terra, mas confiantes” avança Fernando Pereira, CEO da Apertex.

A participação das empresas portuguesas na Heimtextil é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 - Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.571.412,64 €, dos quais 6.932.663,71 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.”