Associação Selectiva Moda vania@selectivamoda.com
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais

DOIS ANOS DE INICIATIVAS PARA FORTALECER A ITV PORTUGUESA

Após dois anos de múltiplas iniciativas, realizadas com o objetivo de dotar o setor têxtil português com as competências necessárias para enfrentar o futuro da indústria, o projeto ITV: Novos Desafios de Competitividade chegou, promovido pela ATP – Associação Téxtil e Vestuário de Portugal, chegou ao fim, tendo cumprido o objetivo de capacitar o tecido empresarial para a adoção de modelos de negócio emergentes e geradores de valor.

Após dois anos de múltiplas iniciativas, realizadas com o objetivo de dotar o setor têxtil português com as competências necessárias para enfrentar o futuro da indústria, o projeto ITV: Novos Desafios de Competitividade chegou, promovido pela ATP – Associação Téxtil e Vestuário de Portugal, chegou ao fim, tendo cumprido o objetivo de capacitar o tecido empresarial para a adoção de modelos de negócio emergentes e geradores de valor.
Cada um dos projetos levados a cabo contribuiram para o desenvolvimento de novas áreas de competência nos domínios da digitalização da indústria, do e-commerce e da economia circular, tendo em vista a adoção de uma estratégia de transformação digital na ITV.
“No geral as atividades superaram as expectativas, em termos de visibilidade, projeção e mobilização do setor, o que é verificável pelos indicadores de resultado do projeto”, revelou a ATP em comunicado.
Entre as iniciativas realizadas, encontram-se o Diretório para a Transformação Digital da ITV, os relatórios Modelos de Negócio: ITV On e Pode a ITV ser Circular?, os estudos A Fileira Têxtil e Vestuário no Horizonte 2025 e  Sistema de Avaliação e Rating da ITV, o Pórtico Digital da ATP, e a realização dos Simpósios ITV no horizonte 2025 e Economia Digital: mais competitividade, mais valor, melhor indústria.
O projeto ITV: NOVOS DESAFIOS DA COMPETITIVIDADE foi promovido pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal decorre ao longo de 2 anos. É cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um investimento estimado de 614.504,54 € e um montante de apoio elegível de 522.328,86 € provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.